segunda-feira, 28 de março de 2011

Beber água com o estomago vazio







Água com estômago vazio?
SIM... água com estômago vazio.






Quanto mais se sabe, maior chance de sobrevivência...

Hoje é muito popular, no Japão, beber água imediatamente ao acordar. A evidência científica tem demonstrado a veracidade destes valores.
Para doenças antigas e modernas, este tratamento com água tem sido muito bem sucedido…
Para a sociedade médica japonesa, uma cura de até 100% para as seguintes doenças: dores de cabeça, dores no corpo, problemas cardíacos, artrite, taquicardia, epilepsia, excesso de gordura, bronquite, asma, tuberculose, meningite, problemas do aparelho urinário e doenças renais, vômitos, gastrite, diarréia, diabetes, hemorróidas, todas as doenças oculares, obstipação, útero, câncer e distúrbios menstruais, doenças de ouvido, nariz e garganta.

Método de tratamento:

1 - Pela manhã, em jejum, antes de escovar os dentes, beber 2 copos de água.
2 - Escovar os dentes, mas não comer ou beber nada durante 15 minutos.
3 - Após 15 minutos, você pode comer e beber normalmente.
4 - Depois do lanche, almoço e jantar não se deve comer ou beber nada durante 2 horas.
5 - Pessoas idosas ou doentes que não podem beber 2 copos de água, no início, podem começar por tomar um copo de água e aumentar gradualmente.
6 - O método de tratamento cura os doentes e permite aos outros desfrutar de uma vida mais saudável.

A lista que se segue, apresenta o número de dias de tratamento.


OBSTIPAÇÃO - 10 dias

GASTRITE - 10 dias
DIABETES - 30 dias
PRESSÃO ALTA - 30 dias
TUBERCULOSE - 90 dias
CÂNCER - 180 dias

Tomar água na hora correta, maximiza
os cuidados com o corpo humano.

2 copos de água depois de acordar ajuda a ativar os órgãos internos.

1 copo de água 30 minutos antes de comer ajuda na digestão.
1 copo de água antes de tomar banho ajuda a baixar a pressão sanguínea.
1 copo de água antes de ir dormir evita ataques do coração.



Beber água é saudável e dá energia.
Nada a perder, tudo a ganhar!

sexta-feira, 25 de março de 2011

A Dieta da Preguiça

de
Helena Alves de Carvalho Sampaio
Maria Olganê Dantas Sabry





Li, Gostei e Recomendo
Maria José Chermont




autoras na noite de autógrafos



Simples assim. Uma nova abordagem sobre dietas especialmente elaborada para homens e mulheres de variadas faixas etárias que não sabem, não gostam ou não têm tempo para cozinhar.

Solteiras, recém-casados, descasados, viúvas, jovens estudantes em suas repúblicas, cada qual busca saber:  como sobreviver – e permanecer saudável – alimentando-se apenas em restaurantes fast-food e self-service, além de fazer bom uso das facilidades que o admirável mundo novo da comida congelada, pré-preparada e in natura nos oferece?

Pensando numa dieta equilibrada e ao alcance de gente ocupada como você e eu, lançamos esse desafio a duas experientes Nutricionistas, que abraçaram a idéia, pois acreditam, no exercício de seu ofício, que todo iniciativa é bem-vinda quando se trata de despertar a reflexão e por em prática princípios fáceis de reeducação alimentar.

A saúde está em suas mãos. Uma dieta equilibrada e saudável é apenas o primeiro – e mais importante – passo rumo a qualidade de vida. Mexa-se, ame, divirta-se, produza. E seja feliz curtindo calmamente sua merecida preguiça, um bem tão cobiçado na atualidade como o mais valioso dos troféus.

Regina Maria Azevedo
Um “preguiçosa” muito ocupada

sexta-feira, 18 de março de 2011

Pirâmide Alimentar

Alimentar é dar ao organismo os nutrientes necessários a sua manutenção. Os nutrientes são encontrados nos alimentos, que podem ser tanto de origem vegetal como animal. Os alimentos são partidos em pequenas porções pelos processos de digestão e absorção, que começa na boca, através da mastigação, e termina nos intestinos, onde os nutrientes são absorvidos, para serem usados nas células, tecidos, músculos, órgãos, enfim por todo organismo.
Nenhum alimento conterá todos os nutrientes necessários a manutenção da vida e um mesmo tipo de alimento pode oferecer ao organismo nutrientes em excesso, que podem causar várias doenças. O ideal então é equilibrar a alimentação. A Pirâmide Alimentar foi criada para ajudar e a entender como equilibrar esses alimentos diariamente. Os alimentos são agrupados de acordo com as suas funções e seus nutrientes.
De acordo com a Universidade de Brasília - Departamento de Nutrição, a pirâmide alimentar é dividida em 8 grupos. Nenhum grupo pode ser utilizado como única fonte dos nutrientes, mesmo por que, nenhum grupo contém todos os nutrientes.

A pirâmide funciona da seguinte maneira: A base larga indica os alimentos mais necessários e que devem sem mais consumidos, a medida que vai encurtando, vai diminuindo a necessidade de consumir esses tipos de alimentos, chegando até a ponta da pirâmide que indica alimentos que devem ser ingeridos em poucos quantidades. É bom lembrar que todos os alimentos contidos em todos os grupos são importantes, o que muda é a quantidade a ser ingerida. A quantidade é especificada através das porções para cada grupo.

Alimentos como açúcar, as gorduras e o sal podem ser encontrados em vários grupos, por já estarem presente naturalmente nos alimentos. A ingestão particular desses alimentos, como por exemplo: o sal de cozinha e o açúcar de mesa, devem ser alvos de atenção. Uma vez que o seu excesso pode acarretar vários comprometimentos a saúde. O mesmo vale para as gorduras, principalmente a gordura animal, que é rica em colesterol.


segunda-feira, 14 de março de 2011

TRABALHO E PRENDAS DOMÉSTICAS

Nunca considerei o trabalho como um castigo
Maria José Chermont

“Tal como a chuva caída
Fecunda a terra no estio
Para fecundar a vida
O TRABALHO se inventou...“





Esta é a primeira estrofe de uma poesia que aprendi nos bancos escolares.
Tantas vezes recitei, sempre com agrado geral, que nunca a esqueci.
Foi o símbolo do trabalho e do sucesso, gravados na minha memória e no meu coração!
“Para fecundar a vida o trabalho se inventou” é a verdadeira representação do que  significa para mim a vida profissional! Nunca tive dúvidas sobre isso!
A realização profissional dá sentido à vida! Sem ela é o vazio com todas as suas conseqüências negativas: neuroses, doenças, vícios...
Definir-se profissionalmente é a grande decisão a ser tomada na vida por homens e mulheres. É um direito de ambos os sexos.
Quanto aos homens a afirmação é tranqüila.
Já, quanto a nós mulheres, sempre houve certa resistência, certa insegurança, que muito me incomodou. Eu me refiro à regra de que à mulher caberia o trabalho no lar.
Sempre a interpretei como uma limitação imposta à mulher, pois conclui, equivocadamente, que negaria a condição de ser mãe e esposa.
Formada advogada e casada, consegui amadurecer em relação ao assunto porque a prática me provou ser possível equilibrar. Consegui ser advogada e ser do lar.
Para isso foi indispensável a colaboração do casal: divisão de tarefas, responsabilidades e horários.
Não foi fácil, mas pude notar que o homem só tem a ganhar com sua participação nas atividades domésticas.
Fica mais sensível, gentil, participativo, humaniza-se.
Seu crescimento emocional fica notório, o que repercute positivamente em seus relacionamentos e até em sua vida profissional.
Deixa de ser o dono da casa, passa a ser um grande parceiro, o companheiro!
É o sucesso! Crescimento racional e emocional para ambos!
O universo racional desenvolvido através do TRABALHO!!
O universo emocional desenvolvido pela integração na vida do Lar!


Sabemos que o ser humano possui dois universos distintos de conhecimento:
a Inteligência Racional e a Inteligência Emocional.

O  primeiro, reconhecido e estudado exaustivamente desde o início dos tempos, usa o raciocínio lógico e é o responsável por todo acervo cultural existente.
O segundo, desconhecido até o século passado, tem crescido em importância, eis que tem por objeto o estudo das emoções humanas, responsáveis por nosso comportamento.
Acidentalmente, na década de 50, entrei em contato com a Inteligência Emocional e vim acompanhando toda sua evolução e aplicação nos diversos segmentos sociais: educação, trabalho, saúde, criminologia etc.
Onde é o maior campo de aplicação para a Inteligência Emocional? – A família.
A família é o laboratório ideal, todos seriam beneficiados.




Definir-se profissionalmente é a grande decisão
a ser tomada na vida por
homens e mulheres.

segunda-feira, 7 de março de 2011

O Bom Humor afasta doenças

Sabe qual o sinônimo para atitude positiva? Bom humor, a mais espiritual das atitudes. E não é preciso esperar uma oportunidade especial para isso, é só começar.

Quando a vida te trouxer mil razões para chorar, mostre que há mil e uma razões para sorrir



A medicina agora está estudando
a importância do bom humor e dos
sentimentos positivos na prevenção
e no tratamento de moléstias
 
O ditado "rir é o melhor remédio" começa, enfim, a ganhar respaldo científico. Pesquisas recentes comprovam que boas risadas protegem o coração, aliviam o stress, fortalecem o sistema imunológico, facilitam a digestão e limpam os pulmões.
A risada é o principal objeto da maioria desses estudos, por se tratar da expressão mais explícita do bom humor e da positividade. Sua interferência no funcionamento do corpo é, portanto, mais fácil de ser medida. "Quando rimos, rimos com o corpo todo", define o psiquiatra americano William Fry, da Universidade Stanford, especialista no assunto. Um dos seus maiores efeitos é reduzir a liberação dos hormônios associados ao stress, o cortisol e a adrenalina. Em excesso, essas substâncias enfraquecem as defesas do organismo e elevam a pressão arterial, criando o cenário para o desenvolvimento de infecções e para um infarto. Um estudo revelador sobre os benefícios do bom humor para a saúde do coração foi conduzido pelo patologista Lee Berk, diretor do Centro de Neuroimunologia da Universidade de Loma Linda, na Califórnia. A equipe do doutor Berk acompanhou durante um ano 100 homens que já haviam enfartado, monitorando diariamente a pressão arterial, as taxas de adrenalina e as doses de medicamentos de cada paciente. Eles foram divididos em dois grupos, dos quais um era obrigado a assistir meia hora por dia a uma comédia televisiva. O resultado foi surpreendente: os que foram submetidos às sessões de risada sofreram menos episódios de arritmia, apresentaram redução na pressão arterial e tiveram de tomar menos remédios contra angina. A recorrência de infarto no grupo dos risonhos foi de 8%. No outro, de 42%.


Dicas para adotar uma postura mais positiva em relação à vida

Pratique exercícios regularmente

Desenvolva a espiritualidade, aproxime-se da natureza e cultive uma crença.


Dedique-se a hobbies, passatempos, leve uma vida mais tranqüila, com menos ambições.


Fique atento ao seu ritmo de vida.


Alimente-se melhor, durma mais e cuide da saúde de forma geral. A saúde física está ligada a emocional e vice-versa.


Caso não consiga superar e lidar com as adversidades da vida e a ansiedade, não hesite em procurar ajuda.


Mantenha uma rede de apoio social, amigos são importantes.




VAMOS CULTIVAR O BOM HUMOR!