sexta-feira, 28 de dezembro de 2012

O modo carioca de ser...



A Copa do Mundo no Rio de Janeiro está chegando...

Como viver essa experiência única, aproveitando o máximo de ambos: do Rio e da Copa?  RENATA ABRANCHS, escritora, em seu guia de estilo, A CARIOCA, explica como incorporar esse jeito “pé no areia” de ser!  Em entrevista, a Bruno Astuto da revista Época, ela fala que precisamos conhecer a universal simplicidade carioca, embora seja difícil aprender porque “carioca que é carioca não leva as regras muito a serio”...



ÉPOCA - Por que aprender a ser carioca?
Renata Abranchs - Depois de um longo período de trevas, o Rio voltou a ser inspiração. Entender por que isso acontece é também aprender sobre o próprio pais, cuja imagem foi durante séculos associadas ao Rio. Compreender o jeito de viver carioca é, de certa forma, um resumo de todos o Brasil, com todos os seus contrastes, sua criatividade e seu calor. Ser carioca é entender como é um luxo viver com o pé na areia, viver com pouco. Essa nossa simplicidade é um desejo universal.
 
ÉPOCA - O que as cariocas têm de diferente?
Renata Abranchs - Elas andam na rua, interagem com a cidade, usam cores, misturam, têm o sorriso estampado no rosto e um magnetismo incontestável. São donas do famoso borogodó.
 
ÉPOCA - Qual a melhor dica para curtir a cidade?
Renata Abranchs - A Rua Lopes Quintas, no Jardim Botânico, está cheia de ótimas atrações e lojinhas, brechós, ateliês e restaurantes. Também, com a pacificação das favelas, o carioca descobriu novos cenários. A mistura entre morro e asfalto, em todos os sentidos, nunca foi tão grande. Andar a pé descortina a cidade sem a menor cerimônia Quando estiver no Rio, dispense realmente o carro.
 
ÉPOCA - Que outra cidade do Brasil teria mulheres igualmente charmosas?
Renata Abranchs - O país todo. Sobretudo a baiana e a pernambucana têm muito a comunicar no colorido intuitivo, no frescor, na alegria, na música, na arte e na ginga.
 
ÉPOCA - Ainda há rivalidade entre Rio e São Paulo?
Renata Abranchs – Que rivalidade? Como os cariocas não gostariam de quem gosta tanto do Rio como os paulistanos?

segunda-feira, 17 de dezembro de 2012

211212

A civilização Maia existiu na América Central, antes do descobrimento das Américas. Os maias tinham diversos calendários próprios e de diversos tamanhos. O mais longo deles terminará precisamente em 211212, a próxima sexta-feira. Para alguns isso é o fim, porém é só o fim de um calendário.



Por coincidência estamos justamente agora, vivendo uma fase de transição espiritual para outro ciclo de evolução. Não há nenhuma ligação entre os dois fatos.
Para nossa evolução e crescimento espiritual é natural que uma realidade se acabe e outra se instale no lugar. Esses dias, que ora passamos, é um desses grandes momentos de transição espiritual! Deve ocorrer dentro de nós.

O mundo que deve ser extinto é o mundo interno da violência, das injustiças, das iniquidades, das desigualdades, da fome e da miséria. Deverá haver uma grande ascensão do Bem.
Um aumento de nossa percepção social, em detrimento do individualismo egoísta. Aumentar nossa solidariedade com a percepção de que somos todos iguais.
É verdadeiramente necessário que esse mundo injusto se acabe e que um novo mundo se instale em nossa intimidade, para que para o planeta ganhe outras paisagens e outros valores. Nem todos se beneficiarão, mas todos aqueles que estão conscientes.

Só assim olharemos para frente e para os lados e teremos a certeza de que evoluímos e que há paz, harmonia e justiça em nós e no mundo!




sexta-feira, 14 de dezembro de 2012

DIREITOS HUMANOS


Até o século XIX, os países, do mundo conhecido e considerado civilizado, viviam constantemente em guerras. Mas os pacifistas da época começaram a idealizar um órgão internacional capaz de resolver as divergências e impedir os conflitos.

Em 1919, em Paris, teve início uma instituição, chamada LIGA DAS NAÇÕES, que foi dissolvida, após não conseguir  impedir a Primeira Grande  Guerra, na mesma data . A Liga era constituída por países europeus. Em 1939 teve início a Segunda Grande Guerra Mundial, que só terminou com o auxilio dos Estados Unidos.

Com as desastrosas  consequências trazidas à humanidade com as duas  guerras , cresceu o interesse pela criação de um órgão responsável pela Paz Mundial.  Assim, em 1945, nasceu a ORGANIZAÇÃO DAS NAÇÕES UNIDAS, com sede nos EUA, que veio a se transformar na verdadeira assembléia do mundo. embora não tenha conseguido acabar com as guerras.

No exercício de suas funções, em 10 de Dezembro de 1948, tornou pública a tão necessária Declaração Universal dos Direitos Humanos, com XXX parágrafos. Atualmente, 132 países fazem parte da ONU. Infelizmente nem todos respeitam esses direitos, nem fazem parte do órgão que objetiva a PAZ MUNDIAL!

Abaixo  nossa versão popular!


sexta-feira, 7 de dezembro de 2012

BRASIL CAMPEÃO: Biodiversidade


Biodiversidade no Brasil




O Brasil é o país que tem a maior biodiversidade de flora e de fauna no planeta!

É uma enorme variedade de animais, plantas, microrganismos e ecossistemas! 
Muitos, únicos em todo o mundo!

Devemos tal situação à sua extensão territorial e aos diversos climas do país.

O Brasil detém o maior número de espécies conhecidas de mamíferos e de peixes de água doce! O segundo lugar de anfíbios, o terceiro de aves e o quarto de répteis.

Com mais de 50 mil espécies de árvores e arbustos, tem o primeiro lugar em biodiversidade vegetal! Nenhum outro país tem registrado tal variedade de orquídeas e de palmeiras.

Os números impressionam, mas, segundo estimativas aceitas pelo Ministério do Meio Ambiente (MMA), eles podem representar apenas 10% da vida no país.

Como várias regiões ainda são muito pouco estudadas pelos cientistas, os números da biodiversidade brasileira tornam-se maiores na medida em que aumenta o conhecimento.

Durante uma expedição de apenas 20 dias pelo Pantanal, coordenada pela ONG Conservation International (CI) e divulgada em 2001, foram identificadas 36 novas espécies de peixe, duas de anfíbio, duas de crustáceo e cerca de 400 plantas cuja presença naquele bioma era desconhecida pela ciência.

O levantamento nacional de peixes de água doce coordenado pela Universidade de São Paulo (USP), publicado em 2004, indica a existência de 2122 espécies, 10% a 15% delas desconhecidas até então.

fonte: Wikipédia

sexta-feira, 30 de novembro de 2012

Viva vida!



Pensamentos positivos, alegria e bom humor são indispensáveis e precisam ser cultivados! Obstáculos, são uma oportunidade de ser forte, de desenvolver a coragem!

Seja humilde. A vida muda e pode nos surpreender A arrogância só atrapalha a convivência e a evolução! Seja simples e autêntico! Escute os outros!

Tenha compaixão. Sentir, compreender e compartilhar, nos fortalece. Pensar menos em "eu, mim" e mais em "nós, nossos".

Servir uns aos outros. Ser solidário. Participar. Como fazer isso? Perguntando-se qual é o melhor que podemos fazer? Observar como agem os outros...

Libertar-se. Viver o presente. Tirar o peso do passado e das preocupações.

Aceitar que somos um, e que o nosso estilo de vida afeta a dos outros. Se vivo esperançosa e segura de que posso fazer melhor, espalho essa atitude para os demais.

Uma questão fundamental: saber o PORQUE das coisas. Nós nos fechamos à verdade se não questionamos. Simplesmente, não ir acreditando em tudo...

Mude sua mente, suas crenças. Questione seus pontos-de-vista Isso é necessário. Precisamos revolucionar, continuamente, nosso pensamento. A vida é dinâmica, não para!

Valorize seus princípios, mesmo que sejam impopulares. Entretanto, não seja arrogante, como se fosse o dono da verdade. Escute as opiniões dos outros. Respeite!

Celebre a diversidade. Isso significa o que é a diferença para você, e o que ela tem a nos ensinar. Aceitar as diferenças é enriquecer nosso universo!

Descubra quem você é realmente! Comprar, trabalhar, sair com os amigos, fazem parte, mas SER é muito mais do que isso! A vida é uma dádiva, precisamos corresponder.

Descubra, também, sua verdadeira vocação, o seu propósito de vida. Você não precisa ser um Gandhi ou o Luther King.  Brincar com o filho, ouvir um amigo, são maneiras de servir a humanidade  e mostrar o seu melhor.

segunda-feira, 19 de novembro de 2012

Mãos limpas


Estudos mostram a importância da higiene diante da quantidade de germes em objetos do dia a dia. A advertência é feita por especialistas que ressaltam a importância da higiene pessoal.

Uma grande quantidade de doenças infecciosas podem ser transmitidas em casa, sobretudo em determinados pontos que se tornaram verdadeiros focos. Objetos como controles remotos, torneiras de banheiro e cozinha, telefones, brinquedos e lixeiras são importantes transmissores de bactérias.

Estima-se que as doenças alimentares tenham origem em casa.

Isso porque pontos como a pia da cozinha, por exemplo, costumam conter 100 mil vezes mais germes do que um banheiro, por estar contaminada por restos de comida e sujeira. Tábuas de cortar alimentos têm mais coliformes fecais do que assentos de privada. Objetos frequentemente tocados com as mãos são grandes pontos transmissores. É o caso das torneiras de banheiro, que também costumam ter mais germes nocivos do que a tampa da privada, e das bolsas de mão, que têm milhares de bactérias por centímetro quadrado.

Daí a preocupação com a lavagem frequente das mãos, para evitar a transmissão dessas bactérias.

O nível surpreendente de contaminação, em objetos do dia a dia, é um sinal de que as pessoas estão esquecendo de lavar suas mãos após o uso do banheiro. As pessoas dizem que lavam, mas as pesquisas mostram que não, e apontam o quão facilmente esses agentes são transmitidos, sobrevivendo em dinheiro e cartões de crédito. Estudo aponta que, em cada dez britânicos pesquisados, um carrega em suas mãos a mesma quantidade de germes de uma tampa de privada.

Em média, as mãos carregam cerca de 3 mil tipos diferentes de bactérias de mais de cem espécies. Muitos desses tipos não são nocivos, mas a higiene das mãos é essencial para evitar que os germes que causam doenças não sejam transmitidos.

O hábito de lavar as mãos é considerado pela ONU uma das medidas de melhor custo benefício para controlar doenças mundo afora. Pode, ainda, salvar mais de um milhão de vidas, perdidas anualmente, por exemplo, com diarreias e infecções respiratórias.
Recomenda-se, nas residências: o uso de lixeiras que se abrem com pedal, para evitar contato manual, a limpeza minuciosa de superfícies tocadas com frequência e dos brinquedos, principalmente de crianças doentes.

Equilíbrio
Ao mesmo tempo, pesquisadores citam que o excesso de prevenção de infecções desde a primeira infância pode resultar, mais tarde, na incidência de alergias. A explicação: necessitamos da interação com micróbios, particularmente nos primeiros anos de vida, para manter nosso sistema imunológico em equilíbrio.

Há indícios de que necessitamos ser expostos a determinados tipos de micróbios, mas não há consenso sobre quais deles, ou em que quantidade. Como, então, encontrar o equilíbrio entre a exposição e a necessidade de manter distância de doenças infecciosas perigosas?

Podemos sim estimular as crianças a brincar livremente umas com as outras e sair fora do seu ambiente, o que as deixará expostas a uma variedade de micróbios, mas ao mesmo tempo devemos ser rigorosos com a importância de lavar as mãos antes de comer e após ir ao banheiro. Quando fizer passeios, visitar amigos e fazendas, sempre que voltar para casa, higiene redobrada!

O mesmo vale para animais de estimação: a exposição a eles traz contato com diferentes tipos de micro-organismos, mas o risco de contaminações é reduzido com a boa higiene nossa e de nossos animais.

quinta-feira, 15 de novembro de 2012

VERDES E VERMELHAS



A nossa Flora possui uma extensa e variada vegetação, inclusive quanto aos produtos nutricionais, do dia a dia: frutas, folhas e legumes! Uma profusão maravilhosa de cores, em todas as estações do ano! Essa diversidade nos permite um cardápio nutritivo e saboroso, capaz de satisfazer a todos os paladares e às múltiplas necessidades do nosso corpo!

As últimas recomendações, consideram indispensável um consumo maior de vegetais da cor VERDE para uma alimentação verdadeiramente saudável! Nosso prato ideal continua a ser o colorido, entretanto, a presença do verde vem sendo destacada!

O mesmo não acontece em todos os países! Alguns, em relação às frutas, tradicionalmente, dão preferência às de cor VERMELHA!

Entre nós, verdes, vermelhas e demais cores são indistintamente consumidas e apreciadas! Nota-se um ligeiro aumento no consumo do verde, principalmente, com relação às saladas que estão se tornando obrigatórias!

Alguns exemplos de produtos mais usados e mais recomendados:

VERDES
ALFACES , ACELGA, AGRIÃO, BRÓCOLI, ESPINAFRE, RÚCULA, ABOBRINHA, XUXU, PEPINO, VAGEM, REPOLHO, COUVE FLOR,
ABACATE, UVAS VERDES, MAÇÃ VERDE

VERMELHAS
BETERRABA, CENOURA, CEBOLA, PIMENTÃO, RABANETE, TOMATE, MAÇÃS, CEREJAS, UVAS, FRAMBOESA, MORANGO, MELÂNCIA

OUTRAS CORES
LARANJA, MELÃO, ABACAXI, PESSEGO, MAMÃO, MARACUJÁ, CAJU


Modernos usos desses vegetais, os chamados “SUCOS LAVA-RÁPIDO”

Desintoxicante
1/2 fatia fina de abacaxi
1/4 de maçã vermelha grande
1 pedaço pequeno de gengibre
1/2 copo de suco de limão
1 colher de sopa de hortelã
4 cubos de gelo
Bata todos os ingredientes no liquidificador

Diurético
1/4 de prato de sobremesa de couve-manteiga crua
1 fatia grossa de melão
1 copo médio de água de côco
1 colher de sopa de hortelã
1 colher (chá) de suco de limão
1 sachê de adoçante em pó (sucralose)
3 cubos de gelo
Bata tudo no liquidificador até ficar homogêneo. Beba na hora.

segunda-feira, 5 de novembro de 2012

A doce alegria de ser criança



Venho por meio desta, apresentar oficialmente meu pedido de demissão da categoria dos adultos. Resolvi que quero voltar a ter as responsabilidades e as ideias de uma criança de oito anos no máximo.

Quero ter a certeza de que Deus está no céu, e de que por isso, tudo está direitinho nesse mundo. Quero acreditar que tudo é possível.

Quero acreditar que o mundo é justo e que todas as pessoas são honestas e boas.

Quero que as complexidades da vida passem despercebidas por mim e quero ficar encantada com as pequenas maravilhas deste mundo.

Quero de volta uma vida simples e sem complicações.

Cansei dos dias cheios de computadores que falham, montanha de papeladas, notícias deprimentes, contas a pagar, fofocas, doenças e necessidade de atribuírem valor monetário a tudo o que existe.

Não quero mais ter que inventar jeitos para fazer o dinheiro chegar até o dia do próximo pagamento.

Não quero mais ser obrigada a dizer adeus a pessoas queridas e, com elas, a uma parte da minha vida.

Quero viajar ao redor do mundo no barquinho de papel que vou navegar numa poça deixada pela chuva.

Quero jogar pedrinhas na água e ter tempo para olhar as ondas que elas formam.

Quero achar que as moedas de chocolate são melhores do que as de verdade, porque podemos comê-las e ficar com a cara toda lambuzada.

Quero ficar feliz quando amadurecer o primeiro caju, a primeira manga ou quando a jabuticabeira ficar pretinha de frutas.

Quero poder passar as tardes de verão à sombra de uma árvore, construindo castelos no ar e dividindo-os com meus amigos.

Quero voltar a achar que chicletes e picolés são as melhores coisas da vida.

Quero que as maiores competições em que eu tenha de entrar sejam um jogo de bola de gude ou uma pelada.

Quero voltar ao tempo em que tudo o que eu sabia era o nome das cores, a tabuada, as cantigas de roda, a "Batatinha quando nasce..." e a "Ave Maria" e que isso não me incomodava nadinha, porque eu não tinha a menor ideia de quantas coisas eu ainda não sabia.

Quero voltar ao tempo em que se é feliz, simplesmente porque se vive na bendita ignorância da existência de coisas que podem nos preocupar ou aborrecer.

Quero acreditar no poder dos sorrisos, dos abraços, dos agrados, das palavras gentis, da verdade, da justiça, da paz, dos sonhos, da imaginação, dos castelos no ar e na areia.

Quero estar convencida de que tudo isso... vale muito mais do que o dinheiro!
A partir de hoje, isso é com vocês, porque eu estou me demitindo da vida de adulto. Agora, se você quiser discutir a questão, vai ter de me pegar...

Demita-se você também dessa sua vida chata de adulto!

NÃO TENHA MEDO DE SER FELIZ!!!

Autora:
Maria Clara Isoldi Whyte

segunda-feira, 29 de outubro de 2012

Sexualidade e Igualdade




A sexualidade humana passou por inúmeras interpretações através dos tempos!

Nas sociedades antigas, como a grega e a egípcia, o ato sexual era sagrado! Enquanto árabes e persas acreditavam que as mulheres traziam doenças e desgraças!

No ocidente, desde a Idade Média o prazer feminino era diabólico, uma manifestação do mal, que resultou na grande dificuldade para a aceitação profissional feminina. Com a chegada dos diferentes cultos, o prazer sexual passou a ser pecaminoso e condenável, mas para ambos os sexos. Pior, a seguir tornou-se uma prática proibida, salvo para a procriação, aliás a única função da mulher!

Em meados do século XX, essas concepções começaram a mudar, na medida em que os povos e as pessoas conquistavam mais direitos e liberdades e as religiões perdiam sua influência.

Na década de 60, com as revoluções sociais: hippies, feminismo, trabalhistas, o ato sexual começou a ser visto como uma manifestação prazerosa.
A mulher, já vinha adquirindo maior controle, inclusive a possibilidade de engravidar ou não. 
E, com a pílula anticoncepcional, o ato sexual deixou de ser visto apenas como indispensável à manutenção da espécie!

No presente, o prazer sexual é aceito livremente como algo saudável e essencial ao pleno desenvolvimento de ambos os sexos! O ápice foi alcançado, quando o ato sexual passou a ser identificado como a representação máxima do AMOR! Começou o respeito mutuo entre os sexos!

Hoje, homens e mulheres, vêm se tornando capazes de adotar essa interpretação na sua vida pessoal e profissional! Por sua vez, o homem passou a valorizar mais a mulher, em direção a sempre almejada igualdade! Enquanto há submissão, é difícil orgasmo compartilhado!

Só o ato sexual com amor, leva à plenitude da cumplicidade entre os sexos! Portanto, a verdadeira igualdade humana só é atingida com a livre entrega sexual!

segunda-feira, 22 de outubro de 2012

Alegres Velhos

Caetano Veloso: um ageless

No livro "A Velhice", Simone de Beauvoir, após descrever o dramático quadro do processo de envelhecimento, aponta um possível caminho para a construção de uma "bela velhice": ter um projeto de vida.
No Brasil, temos vários exemplos de "belos velhos": Caetano Veloso, Gilberto Gil, Ney Matogrosso, Chico Buarque, Marieta Severo, Rita Lee, entre outros.
Duvido que alguém consiga enxergar neles, que já chegaram ou estão chegando aos 70 anos, um retrato negativo do envelhecimento. São típicos exemplos de pessoas chamadas ageless ou sem idade.
Fazem parte de uma geração que não aceitará o imperativo: "Seja um velho!" ou qualquer outro rótulo que sempre contestaram.
São de uma geração que transformou comportamentos e valores de homens e mulheres, que tornou a sexualidade mais livre e prazerosa, que inventou diferentes arranjos amorosos e conjugais, que legitimou novas formas de família e que ampliou as possibilidades de ser mãe, pai, avô e avó.
Esses "belos velhos" inventaram um lugar especial no mundo e se reinventam permanentemente.
Continuam cantando, dançando, criando, amando, brincando, trabalhando, transgredindo tabus etc. Não se aposentaram de si mesmos, recusaram as regras que os obrigariam a se comportarem como velhos. Não se tornaram invisíveis, apagados, infelizes, doentes, deprimidos.
Eles, como tantos outros "belos velhos" que tenho pesquisado, estão rejeitando os estereótipos e criando novas possibilidades e significados para o envelhecimento.
Em 2011, após assistir quatro vezes ao mesmo show de Paul McCartney, perguntei a um amigo de 72 anos: "Por que ele, aos 69 anos, faz um show de quase três horas, cantando, tocando e dançando sem parar, se o público ficaria satisfeito se ele fizesse um show de uma hora?". Ele respondeu sorrindo: "Porque ele tem tesão no que faz".
O título do meu livro "Coroas" é uma forma de militância lúdica na luta contra os preconceitos que cercam o envelhecimento. Tenho investido em revelar aspectos positivos e belos da velhice, sem deixar de discutir os aspectos negativos.
Como diz a música de Arnaldo Antunes, "Que preto, que branco, que índio o quê? Somos o que somos: inclassificáveis". Acredito que podemos ousar um pouco mais e cantar: "Que jovem, que adulto, que velho o quê? Somos o que somos: inclassificáveis". 

Mirian Goldenberg
autora de "Coroas"
Editora Record 

segunda-feira, 15 de outubro de 2012

Dieta Desintoxicante


12 PASSOS E 7 DIAS PARA VOCÊ LIMPAR SEU CORPO!

Quando temos pouco tempo e queremos nos apresentar em nossa melhor forma
Quando queremos perder a barriga e alguns quilinhos
Quando queremos melhorar nossa pele e ganhar mais energia
Nada melhor que seguir a seguinte dieta desintoxicante

Beber muita água

Beber mais chá

Largar o álcool

Fugir das comidas industrializada

Evitar carboidratos refinados

Trocar a carne pelo peixe

Comer mais fibras

Focar na salada

Temperar com azeite de oliva

Encarar mais frutas

Petiscar castanhas

Cortar o mal pela raiz
Elimine totalmente: açúcar, mel, doces, adoçantes (se necessário, optar por sucralose ou estévia), frituras, empados, manteiga, margarina, maionese, leite, creme de leite, refrigerantes, sucos industrializados e café.

sexta-feira, 5 de outubro de 2012

Postura e Bem estar




Atualmente nossa postura corporal não tem sido mais vista exclusivamente pelo seu aspecto físico. A medicina e a neurociência chegaram a outras interpretações, que tem aumentado a importância de nossa postura corporal , nas relações entre corpo, emoções e cognição!

Assim uma postura encolhida, cabeça baixa, braços e pernas cruzadas estariam a demonstrar baixa autoestima, falta de entusiasmo (baixa testosterona) e tendência à depressão (excesso de cortisol)

Já, uma postura mais expansiva: pernas e braços esticados, cabeça erguida e peito estufado sugerem tratar-se de uma pessoa mais poderosa (testosterona alta e cortisol baixo). Basta adotarmos essa atitude física, para alterar nosso perfil hormonal.

A grande descoberta é que, mudando nossa postura corporal, mudamos também nossa postura mental e hormonal. Além disso, o que tem surpreendido, é a rapidez com que a mudança da postura produz esses efeitos!

Estique-se, mãos ao alto, fique dois minutos nessa posição!
É o suficiente para ganhar

AUTOESTIMA e SUCESSO



fonte:
Amy Cuddy através de O CORPO NO PODER
Matéria de capa do Suplemento EQUILIBRIO
FOLHA DE SÃO PAULO