sexta-feira, 27 de abril de 2012

CAUSA PRIMÁRIA DO CÂNCER? - CONTINUAÇÃO

 
Otto Heinrich Warburg,
fisiologista e bioquímico alemão (1883-1970).
Prêmio Nobel em 1931 por sua tese
"A causa primária e a prevenção do câncer"


RESUMINDO
Células sadias vivem em um ambiente alcalino e oxigenado, o qual permite seu normal funcionamento.
Células cancerosas vivem em um ambiente extremamente ácido e carente de oxigênio.


Alimentos Alcalinizantes

-Todas as verduras cruas. Algumas são ácidas ao paladar, porém, dentro do organismo tem reação alcalinizante. Outras são levemente acidificantes porém trazem consigo as bases necessárias para seu correto equilíbrio; cruas produzem oxigênio, cozidas não.
- Frutas, como as verduras, podem ter um PH " ácido porém, tem um efeito altamente alcalinizante , o mais poderoso de todos e produzem quantidades saudáveis de oxigênio!
- Sementes: altamente alcalinas, como as mêndoas.
- Cereais integrais  Devem ser consumidos cozidos. O milho é altamente alcalinizante.
- O mel 
- A clorofila das plantas (de qualquer planta) 
- A água é importantíssima para a produção de oxigênio. A desidratação crônica é a raiz da maior parte das enfermidades degenerativas 
- O exercício físico oxigena o organismo, o sedentarismo o desgasta. 
 

Alimentos que acidificam o organismo

- Açúcar refinado e todos os seus subprodutos  não tem proteínas,, nem minerais, nem vitaminas, só hidrato de carbono refinado que pressiona o pancreas. Seu PH é 2,1, ou seja, altamente acidificante
- Carnes - todas
- Leite de vaca e seus derivados - queijos, requeijão, iogurtes, etc.
- Sal refinado
- Farinha refinada e seus derivados - massas, bolos, biscoitos, etc.
- Produtos de padaria - a maioria contém gordura saturada, margarina, sal, açúcar e conservantes
- Margarinas 
- Refrigerantes
- Cafeína - café, chás pretos, chocolate
- Álcool 
- Tabaco
- Remédios, antibióticos 
- Qualquer alimento cozido - o cozimento elimina o oxigênio e o trasforma em ácido- inclusive as verduras cozidas.
- Tudo que contenha conservantes, corantes, aromatizantes, estabilizantes, etc. Enfim: todos os alimentos enlatados e industrializados. 

Infelizmente, no estilo de vida moderno,esses alimentos são consumidos pelo menos 3 vezes por dia, todos os dias do ano!!! Isso obriga o sangue estar sempre se autorregulando para não cair em acidez metabólica e garantir o bom funcionamento celular, otimizando o metabolismo.

Todos estes alimentos são ANTIFISIOLÓGICOS!
Nosso organismo não foi projetado para digerir todo esse lixo.

segunda-feira, 23 de abril de 2012

CAUSA PRIMÁRIA DO CÂNCER?


Otto Heinrich Warburg,
fisiologista e bioquímico alemão (1883-1970).
Prêmio Nobel em 1931 por sua tese
"A causa primária e a prevenção do câncer"


Segundo esse cientista, o câncer é a consequência de uma alimentação antifisiológica e um estilo de vida antifisiológico.
Por que?... porque uma alimentação antifisiológica - dieta baseada em alimentos acidificantes + sedentarismo, cria em nosso organismo um ambiente de ACIDEZ.
A ACIDEZ por sua vez EXPULSA o OXIGÊNIO das células!!!
Ele afirmou: "A falta de oxigênio e a acidez são as duas caras de uma mesma moeda: quando você tem um, você tem o outro."
Ou seja, se você tem excesso de acidez, então automaticamente falta oxigênio em seu organismo!
Outra afirmação interessante: "As substâncias ácidas repelem o oxigênio; em oposto, as substâncias alcalinas atraem o oxigênio."
Ou seja, um ambiente ácido é um ambiente sem oxigênio.
E ele afirmava que: "Privar uma célula de 35% de seu oxigênio durante 48 horas, pode convertê-la em cancerígena."
Ainda segundo Warburg: "Todas as células normais tem como requisito absoluto o oxigênio,  porém as células cancerosas podem viver sem oxigênio - uma regra sem exceção", e também "Os tecidos cancerosos são tecidos ácidos, enquanto que os saudáveis são tecidos alcalinos."
Em sua obra O metabolismo dos tumores, Warburg demonstrou que todas as formas de câncer se caracterizam por duas condições básicas: a acidose (acidez do sangue) e a hipoxia (falta de oxigênio). Também descobriu que as células cancerosas são anaeróbias (não respiram oxigênio) e NÃO PODEM sobreviver na presença de altos níveis de oxigênio; em troca, sobrevivem graças a GLICOSE sempre que o ambiente está livre de oxigênio... Portanto, o câncer não seria nada mais que um mecanismo de defesa que tem certas células do organismo para continuar com vida em um ambiente ácido e carente de oxigênio.

RESUMINDO
Células sadias vivem em um ambiente alcalino e oxigenado, o qual permite seu normal funcionamento.
Células cancerosas vivem em um ambiente extremamente ácido e carente de oxigênio.


IMPORTANTE
Uma vez finalizado o processo da digestão, os alimentos de acordo com a qualidade de proteína, hidrato de carbono, gordura, minerais e vitaminas que fornecem, gerarão uma condição de acidez ou alcalinidade no organismo. Ou seja, depende unicamente do que você come!
O resultado acidificante ou alcalinizante se mede através de uma escala chamada PH, cujos valores se encontram em um nível de 0 a 14, sendo PH 7, um PH neutro.
É importante saber como os alimentos ácidos e alcalinos afetam a saúde, já que para que as células funcionem de forma correta e adequada, seu PH deve ser ligeiramente alcalino. Em uma pessoa saudável, o PH normal do sangue se encontra entre 7,40 e 7,45. Leve em conta que se o PH sanguíneo caísse abaixo de 7, entraríamos em estado de coma próximo a morte. Abaixo do nivel NORMAL, o sangue é tido como ÁCIDO.

E A QUIMIOTERAPIA?
A quimioterapia acidifica o organismo a tal extremo, que este recorre às reservas alcalinas do corpo de forma imediata para neutralizar tanta acidez, sacrificando assim bases minerais (Cálcio, Magnésio, Potássio) depositadas nos ossos, dentes, articulações, unhas e cabelos. É por esse motivo que se observa semelhante degradação nas pessoas que recebem este tratamento, e entre tantas outras coisas, se lhes cai a grande velocidade o cabelo. Para o organismo não significa nada ficar sem cabelo, porém um PH ácido significaria a morte.

fontes:

sexta-feira, 20 de abril de 2012

EGO E AUTOESTIMA

- Acordo? Nunca! Seria rebaixar-se!
- Só aceitam as coisas do seu modo.
- Não admitem erros, nem perdão.
- Querem deter o poder sobre tudo e sobre todos.
- Ganhar sempre, custe o que custar.






O EGO e a AUTOESTIMA ocupam o mesmo espaço, desde nosso nascimento!
No início, o EGO é útil na construção da identidade em formação.
Logo, porém começa a crescer indevidamente e começa sua tirania. Domina a criança e a faz tornar-se “difícil” ao convívio: chorar, gritar, bater o pé e até rolar no chão aos berros para conseguir o que quer! É a força do EGO!
Isso ocorre quando os responsáveis não conseguem amar intensamente a criança e ao mesmo tempo impor os limites necessários ao seu crescimento emocional normal! Amar, elogiar, aplaudir e ao mesmo tempo demonstrar desagrado, quando necessário, são atitudes essenciais para fortalecer a frágil AUTOESTIMA infantil, em detrimento do EGO.
À medida que a AUTOESTIMA aumenta, o poder do EGO precisa diminuir.
Entretanto, nem sempre isso acontece. Algumas pessoas, chegam à vida adulta, sob o domínio do Ego e continuam autênticos ditadores! São os donos do mundo que nada respeitam, que se julgam superiores aos demais, que tudo querem e exigem só para si.
É o domínio do EGO cheio de Orgulho e Egoísmo!
Com tudo isso, a pessoa dominada pelo EGO não é feliz!
 







- Só com AUTOESTIMA forte as portas da Felicidade se abrem!
- Só a AUTOESTIMA libera o Amor, a Paz e a Justiça! 
- Só ela valoriza o Bom Humor e a Alegria de Viver!
- Com ela florescem o Amor ao Próximo e a Caridade!
- Enfim, com a AUTOESTIMA plena a pessoa se socializa!

Entretanto, quando não ocorreu naturalmente durante o crescimento, conseguir que a AUTOESTIMA assuma o poder não é fácil! Começar a perceber quando as atitudes de impaciência vêm de um ego inflado, pode ser o começo de uma vida emocional saudável! Vale a pena estar atento!
Assumir a realidade de que não há mais lugar para tiranias é abrir as portas do mundo!

ABAIXO A DITATURA DO EGO!