segunda-feira, 2 de julho de 2012

EAT TO LIVE



O clínico geral Joel Fuhrman é o novo "superstar" do emagrecimento no país que é símbolo da epidemia da obesidade. Ele afirma que o sucesso de sua dieta está mais ligado à prevenção de doenças do que à perda de peso em si, embora não deixe de ressaltar a eficácia do método para eliminar muitos quilos em pouco tempo e sem passar fome.

IARA BIDERMAN
DE SÃO PAULO

Em entrevista à Folha, ele explica como isso é possível.

Folha - O sr. afirma que a pessoa pode comer o quanto quiser e perder peso. Como isso acontece?
Joel Fuhrman - Com o tipo de alimentação que proponho, as necessidades de micronutrientes do corpo são atendidas, então, a pessoa naturalmente vai querer comer só o que realmente precisa. É uma dieta que muda a percepção de fome.
Comida industrializada não é saudável. É um vício que resulta em sintomas de abstinência quando você fica um tempo sem comê-la. É o que chamo de fome tóxica.

Sua dieta é baseada em evidências científicas?
Tenho milhares de clientes que perderam quase 50 quilos e não engordaram novamente. Minha pesquisa sobre fome tóxica, feita com mais de 700 usuários do meu site, foi publicada no periódico "Nutrition".
E meus clientes não só emagrecem, como também resolvem problemas de pressão alta, diabetes, enxaqueca e reduzem o risco de ter câncer.

Sua dieta promete a perda de dez quilos em seis semanas. Não é muito rápido?
Não há problema em perder peso rapidamente se isso acontece com o consumo adequado de micronutrientes. Na verdade, para algumas pessoas é mais arriscado demorar para emagrecer.
Claro, se após as seis semanas a pessoa resolve voltar à alimentação convencional, vai engordar de novo. Mas as informações em meu livro aumentam os conhecimentos de nutrição do leitor, a maioria entende por que deve se alimentar de forma saudável.

O que distingue sua dieta de outras, como a mediterrânea?
O conceito de densidade de nutrientes é um diferencial. Minha dieta não foi criada para ser um best-seller, mas para ser a forma mais eficaz de evitar doenças e aumentar a longevidade.
Além disso, não tem o foco na restrição calórica, mesmo assim, a compulsão para comer demais acaba quando a pessoa consome alimentos ricos em fitoquímicos. Por isso, a sensação de insatisfação, comum em outras dietas, desaparece.

Mas não é difícil seguir uma dieta que restringe vários grupos de alimentos?
Sinceramente, acho que as pessoas têm o direito de comer o que quiserem. Se querem uma alimentação que causa doenças, vão achar meu programa muito restritivo. O estilo de alimentação saudável não é muito popular, mas, quando as pessoas recebem as informações certas, percebem seus benefícios e passam a gostar mais desse tipo de comida.
É mais gostoso comer pratos que, além de tudo, são intelectualmente apetitosos porque você sabe que vão contribuir para a sua saúde a longo prazo.

EAT TO LIVE
AUTOR Joel Fuhrman
EDITORA Brown, Little book group
PREÇO R$ 19,46 na Amazon (www.amazon.com)

Nenhum comentário:

Postar um comentário