sexta-feira, 5 de outubro de 2012

Postura e Bem estar




Atualmente nossa postura corporal não tem sido mais vista exclusivamente pelo seu aspecto físico. A medicina e a neurociência chegaram a outras interpretações, que tem aumentado a importância de nossa postura corporal , nas relações entre corpo, emoções e cognição!

Assim uma postura encolhida, cabeça baixa, braços e pernas cruzadas estariam a demonstrar baixa autoestima, falta de entusiasmo (baixa testosterona) e tendência à depressão (excesso de cortisol)

Já, uma postura mais expansiva: pernas e braços esticados, cabeça erguida e peito estufado sugerem tratar-se de uma pessoa mais poderosa (testosterona alta e cortisol baixo). Basta adotarmos essa atitude física, para alterar nosso perfil hormonal.

A grande descoberta é que, mudando nossa postura corporal, mudamos também nossa postura mental e hormonal. Além disso, o que tem surpreendido, é a rapidez com que a mudança da postura produz esses efeitos!

Estique-se, mãos ao alto, fique dois minutos nessa posição!
É o suficiente para ganhar

AUTOESTIMA e SUCESSO



fonte:
Amy Cuddy através de O CORPO NO PODER
Matéria de capa do Suplemento EQUILIBRIO
FOLHA DE SÃO PAULO

2 comentários: