segunda-feira, 28 de janeiro de 2013

Para melhorar o Planeta


Salvar o planeta Terra depende de cada um e de todos nós




Economize água
Conserte vazamentos com rapidez.

Compre produtos biodegradáveis
Produtos de limpeza contêm substâncias tóxicas

Cultive áreas verdes
O déficit de verde é o responsável pelo calor excessivo

Diminua o uso de embalagens
Escolha a embalagem mais fácil de reciclar na ordem: papel, papelão, vidro, lata e plástico

Use lâmpadas fluorescentes
Além de consumir menos energia, duram mais

Compre eletrodomésticos de baixo consumo
Procure os produtos que têm selo do Programa de Combate ao Desperdício

Quando puder, caminhe ou ande de bicicleta
Os veículos são fontes de poluição

Valorize os produtos de sua região
A atitude gera economia de combustível e colabora com o desenvolvimento local

Cuide do seu ar-condicionado
Um aparelho sujo representa quilos de gás carbônico a mais na atmosfera


fonte: Reportagem

sexta-feira, 25 de janeiro de 2013

Par Ideal


Todos afirmam que os opostos se atraem e consideram a afirmação absolutamente verdadeira. Por acaso alguém já se questionou a esse respeito? Afinal de contas por que os opostos se atraem? Trata-se de uma lei da natureza ou de uma fatalidade!? 

Acho importante assumir uma atitude crítica e de reflexão em torno dos problemas do amor, emoção que muita dor e sofrimento tem causado. São raras as pessoas realmente felizes e realizadas.

Existem muitos erros e ignorância em relação ao amor e da capacidade de amar!

Aliás, só de algumas décadas para cá, os profissionais começaram a se interessar pelo assunto, até então reservado aos poetas. Minha experiência: pessoal, profissional como advogada e anos de análise, tem me demostrado que: os opostos podem se atrair, mas nem por isso combinam.

Temperamentos e gostos, quando antagônicos, dificultam a vida em comum.

Durante o período de namoro, os obstáculos não chegam a comprometer porque o relacionamento ainda é bastante superficial, muito mais teórico que prático.

Após o casamento, porém, as divergências dificultam a adoção dos pontos básicos indispensáveis para a vida em comum, tais como as finanças do casal, como planejar a economia doméstica, as viagens de férias e mais tarde os filhos. Na prática, as diferenças desagradam, dificultam o dia a dia, criam barreiras e resistências cada vez maiores. Elas são responsáveis pelos atritos constantes e “normais” entre marido e mulher.

Enfim, os opostos se atraem, mas na rotina da vida em comum, essas contradições atrapalham! Dai tem início a tarefa de cada um tentar modificar o outro. Será que isso é possível?  A convivência deveria diminuir as diferenças, mas isso não costuma acontecer. Poucos casais conseguem chegar a um denominador comum. Mais fácil é resultar no pior, o mais fraco se submete ou se separam.

Importante tentar entender as razões que levam a esse tipo de encantamento. Conhecendo-as, aumentam as chances de sucesso no amor! Há uma tendência a relacioná-lo à falta ou baixa AUTOESTIMA! Quem não está satisfeito com o seu modo de ser, admira e procura se relacionar com aqueles que, acredita, tem o que lhe falta!  Alguém justamente oposto! Se for introvertido e tímido, a tendência será se apaixonar por uma pessoa extrovertida e sem inibição. 

Conhecer-se é indispensável à conquista do PAR IDEAL!

“CONHECE-TE A TI MESMO”! já dizia Sócrates

fonte: Flávio Gikovate 

sexta-feira, 18 de janeiro de 2013

Infarto Feminino

INFARTO FEMININO MATA PORQUE É DIFERENTE

Os ataques cardíacos nas mulheres raramente apresentam os mesmos sintomas dramáticos que anunciam o infarto nos homens.  Isto é, a dor intensa no peito, o suor frio e o desfalecimento (desmaio, perda de consciência).


DICAS IMPORTANTES

Mais mulheres que homens morrem em seu primeiro (e último) ataque cardíaco, porque não identificam os sintomas e/ou os confundem com os de uma indigestão.
CHAMEM a AMBULÂNCIA quando sentir algo diferente em seu corpo e cada um conhece o seu estado natural (normal). Mais vale uma falsa emergência do que não se atrever a chamar, e perder a vida. O tempo é importante e as informações precisas também.

Não acreditem que não possam sofrer um ataque cardíaco, porque seu colesterol é normal ou nunca tiveram problemas cardíacos... Os ataques cardíacos são o resultado de um stress prolongado, um sofrimento profundo ou uma tristeza inexplicável que inflamam as artérias e o tecido cardíaco.
Por outro lado, as mulheres que estão entrando na menopausa ou já a ultrapassaram, perdem a proteção do estrogênio, por isso o risco de sofrer mais problemas cardíacos do que os homens.

Água Antes de Dormir

Cerca de 90% dos ataques de coração ocorre de manhã cedo e podem ser minimizados se tomarmos um ou dois copos de água antes do repouso da noite 
(NÃO bebida alcoólica). A água é importante. Bebendo na hora correta, mantemos a saúde do nosso corpo:


- 1 copo de água ao acordar - ajuda a ativar os órgãos internos.
- 1 copo de água 30 minutos antes de uma refeição - ajuda a digestão.
- 1 copo de água antes do banho - ajuda a baixar a pressão sanguínea.
- 1 copo de água antes de dormir - evita o derrame cerebral ou ataque de coração.

sexta-feira, 4 de janeiro de 2013

2013 - Paulo Coelho


"AS MINORIAS TERÃO DE SER RESPEITADAS"

Já estava me integrando ao novo ano, segura de que minhas metas e meus objetivos estavam perfeitamente escolhidos e definidos!

Para minha surpresa, folheando a revista Época, encontro uma entrevista com o escritor Paulo Coelho, que veio a me mostrar que poderia completá-los com algo de amplitude muito maior.




ÉPOCA 
Que sentimento o senhor recomenda à humanidade para os próximos meses?
Paulo Coelho 
O sentimento da responsabilidade. A humanidade terá de ser mais responsável e menos destrutiva.
A comunidade social permite que qualquer pessoa tenha uma voz que será ouvida. É preciso aproveitar isso para se fazer ouvir. É o contrário do que acontece hoje, nas caixas de comentários de notícias. Em vez de se dar conta de que são responsáveis pelo que dizem, elas se dedicam a criticar qualquer coisa e pessoa de forma violenta e indiscriminada. É o que se chama de “trolar” no jargão da internet.
Faça com que sua voz seja ouvida com responsabilidade, e não como uma brincadeira. Mais responsabilidade e menos “trolagem”!

ÉPOCA
Que lugar inspirador ou para peregrinar o senhor recomenda para 2013?
Paulo Coelho
Peregrine por seu coração. Ele é inspirador.
As pessoas estão frequentando muito a lógica e deixando de lado o sentimento. O coração tem uma caixa de ferramentas de que você precisará em 2013. Ali, você encontra a intuição e a capacidade de reagir rápido sem pensar muito. Com isso, não quero ser irracional. Refiro-me ao coração como metáfora, não como órgão.
A linguagem do coração será cada vez mais importante. Usando seu coração, você volta ao estado de criança, sem a ingenuidade da criança. Isso lhe dará condições de ser criativo para os desafios do ano. Fará você se adaptar às crises do mundo, como lidar com as novas linguagens.
O coração pode não ser pragmático, mas é sábio. Procure conhecer o interior de sua alma. E assim estará no meio da tempestade, com raios e trovões a sua volta, e se sentirá bem. Você é um desconhecido, e seu potencial é maior do que você sabe.
Passeando pela alma, você ficará feliz com o que encontrará. As pessoas temem a confrontação. No outono, as folhas brincam entre si que não querem cair, mas não adianta: elas cairão.
A paz é uma utopia se associada à ideia de ausência de conflito. Aceite os conflitos, dê boas-vindas a eles e toque para a frente, porque isso é parte da condição humana.

ÉPOCA
Quais serão os maiores obstáculos para o crescimento pessoal humano em 2013?
Paulo Coelho
A zona de conforto será o pior obstáculo. Você cria essa zona achando que tem controle sobre tudo. Ora, isso é uma ilusão completa. No momento em que você acha que está tudo bem à sua volta, aí é que reside o perigo.

ÉPOCA
O senhor vê um mundo unido por uma ideologia, como dizia John Lennon na canção "Imagine"?
Paulo Coelho
Não. É o oposto de John Lennon. Acredito num mundo em que as diferenças serão respeitadas. Estamos caminhando para um mundo de minorias. A Globalização econômica dissolveu as fronteiras. Isso nos leva a voltar à condição tribal, tendo a tecnologia como ajuda. As minorias terão de ser respeitadas.