segunda-feira, 8 de abril de 2013

A Mística Feminina


BETTY FRIEDAN, com seu livro A MÍSTICA FEMININA, na década de 60, desencadeou uma grande revolução que resultou no Movimento Feminista. Esse livro fez com que as mulheres americanas percebessem que o ideal feminino da época já não satisfazia seus anseios! Havia outro sonho em andamento, que permitia usar seus talentos.

O Movimento cresceu rapidamente e se alastrou pelo mundo todo e contínua até hoje, sem perder a sua força. Pelo contrário, sua importância só cresceu, vindo a se transformar na atual necessidade de Igualdade de Direitos entre homens e mulheres e na redistribuição de atribuições mútuas na sociedade.

Começou como um movimento feminino, por maiores opções de vida e de escolhas. Mas suas consequências têm levado a mudanças sociais imprevisíveis, sejam na família, no trabalho e na educação. Por isso o assunto nunca deixou de ser atual após tantos anos.

Interessante é que, para muitos, parece que nada mudou. Não se dão conta da grande conquista já alcançada e das próximas que virão. Verdade que a transição desencadeada pelo movimento ainda está em pleno andamento. Embora já tenha revolucionado bastante o universo feminino e tenhamos adquirido muitas posições.

Agora, quanto à inclusão da Igualdade de Direitos, ainda há muito a fazer. Nesse sentido a historiadora americana STEPHANIE COONTZ escreveu: “Não podemos mais tratar assuntos de família como se fossem de mulher. Eles são temas de Direitos Humanos.”

Pesquisas ao redor do mundo demonstram que já ocorreu uma grande mudança quanto à interpretação de que o cuidado da família seja exclusivamente um problema da mulher. Por outro lado, mudou também, a mística masculina, de que o homem deva ser o provedor da família!

Até agora tivemos mais preocupação quanto à mística feminina. Daqui para frente, urge incentivar as mudanças masculinas! Ao homem cumpre assumir a posição igualitária de responsável pela família e deixar de se sentir apenas seu provedor! Seremos muito mais felizes com direitos e deveres acertados.

À mulher cumpre conquistar sua plena autonomia, inclusive financeira e ser responsável por sua própria manutenção, independentemente de seu estado civil. Principalmente, precisam deixar de esperar que os homens sejam seus provedores.

Homens e mulheres  precisam usufruir de NOVA MÍSTICA, o verdadeiro ideal do feminino.

A MÍSTICA DA CARREIRA PROFISSIONAL!

Nenhum comentário:

Postar um comentário