segunda-feira, 24 de junho de 2013

O Mundo é Nosso

A DECLARAÇÃO DO MILÊNIO é um documento histórico, assinado  em Nova York, em 08/09/2000, que objetiva  mudar o mundo para melhor.Tudo depende da mobilização mundial: 550 milhões de pessoas poderão sair da extrema pobreza e 30 milhões deixarão de passar fome. Essas Metas são conhecidas no Brasil como os 8 Jeitos de Mudar o Mundo, a saber:

Erradicar a extrema pobreza e a fome
Reduzir pela metade o número de pessoas que sobrevivem com menos de 1 dólar por dia e que passam fome. No Brasil já estamos em andamento, com sucesso!

Atingir a educação básica de qualidade para todos
No mundo existem 113 milhões de crianças fora da escola. O Brasil já quase atingiu a meta, com mais de 57 milhões de estudantes matriculados em todos os níveis de ensino.

Promover a igualdade entre os sexos e a autonomia da mulher
Dois terços dos analfabetos do mundo são mulheres. A superação das desigualdades entre meninos e meninas começa no acesso à escolaridade formal. No Brasil, o progresso educacional da mulher tem sido muito bem sucedido.

Reduzir a mortalidade infantil
Todos os anos, 11 milhões de bebês morrem de causas diversas como subnutrição, doenças, falta de higiene e maus tratos. É um número alarmante, mas em queda desde 1980, inclusive no Brasil, com resultados positivos.

Melhorar a saúde materna
Nos países em desenvolvimento, as carências no campo da saúde reprodutiva produzem a taxa de 01 óbito materno a cada 48 partos. Nessa meta também estamos obtendo resultados bastante positivos.

Combater a AIDS, a malária e outras doenças
Epidemias mortais vêm destruindo gerações e acabando com qualquer possibilidade de desenvolvimento em muitos lugares do planeta. Nessas áreas somos líderes na tentativa de erradicação.

Garantir a sustentabilidade ambiental
Um bilhão de pessoas ainda não tem acesso à água. A água e o saneamento são dois fatores ambientais chaves para a qualidade da vida humana. Ambos fazem parte de um amplo leque de recursos indispensáveis ao nosso meio ambiente. Aqui, ainda há muito a fazer.

Estabelecer uma parceria mundial para o desenvolvimento

Muitos países em desenvolvimento gastam mais pagando juros de suas dívidas do que investindo em causas sociais. É necessário um sistema comercial e financeiro que não beneficiem somente os grandes países e as grandes empresas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário