segunda-feira, 22 de julho de 2013

Dieta Básica

Básica, por se tratar mais de um guia nutricional com grandes benefícios para a saúde em geral.
Deve ser encarada como um padrão alimentar para a vida, com resultados infalíveis, que permitem manter a forma, controlar a hipertensão e chegar à longevidade.
Tem como base a recomendação unânime de uma alimentação variada e colorida, com pouca quantidade de sal e baixo teor de gordura. Conceitos básicos, que  devem incluir hortaliças, vegetais, fibras, minerais, frutas e derivados de leite magro.
Preferir sempre alimentos integrais: pão, cereais, massas. Habituar-se a ingerir oleaginosas: castanhas, nozes, sementes, alguns grãos, poucas vezes na semana. Os chamados alimentos funcionais como tomate, cenoura, brócolis, vagem, folhas verdes, uva, maçã, banana, laranja, entre outros, são indispensáveis para suprir as necessidades de vitaminas e sais minerais e retardar o envelhecimento.
Apenas as medidas acima, já são capazes de atingir os objetivos.
Insistimos, entretanto, na importância do baixo teor de sal e de gordura, os típicos vilões. Por outro lado, diariamente, ingerir grande quantidade de frutas e hortaliças. Já, a carne magra, as aves e o peixe sem exagero.
Evitar radicalmente: o consumo de doces, bolos, tortas e de bebidas com exceção de água. Evitar também o uso de produtos industrializados: molhos, caldos e pratos prontos, embutidos, azeitona, principalmente pelo excesso de sal.
Sabemos a dificuldade em deixar certos hábitos alimentares em favor de outros mais saudáveis, mas a conquista de uma vida melhor e mais longa compensa o sacrifício!

2 comentários: