segunda-feira, 1 de junho de 2015

A Ganância


GANÂNCIA é um sentimento humano que se caracteriza pela vontade exagerada de ter riquezas materiais e dinheiro, muito dinheiro.
É um desejo excessivo de ter posses, de possuir para si próprio tudo o que deseja a qualquer custo, sem considerar os meios de obter o que se quer, mesmo que seja prejudicando os outros.
Além disto, a ganância geralmente vem acompanhada da sede de poder e de uma ambição desmedida! As pessoas que a sentem são egoístas, e agem de acordo com estes sentimentos. Perdem totalmente o respeito por si e, principalmente, pelos outros. Fazem qualquer coisa a qualquer custo para saciar seus desejos.
Este é o momento em que ela cai nas garras da corrupção e seus desejos falam ainda mais alto. É quando a pessoa perde todo senso do que é honesto, ético, perde toda a sua dignidade e age como um criminoso.
O que estas pessoas escolheram ser? O que há dentro delas? Deixam de ser humanas, perdem a alma! São dominadas por uma sombra profunda, um monstro medonho, com garras e dentes afiados! E, então, são capazes de gerar até a miséria social, econômica e política de um país.
A ganância insaciável é um dos mais tristes fenômenos que conseguem causar a destruição da vida, de qualquer ser humano, sem exceção. Perdem a lucidez, ficam desumanos, roubam, mentem, matam com a maior naturalidade.
Feliz é o homem que sabe desenvolver seu potencial humano e ético. Só assim pode levar uma vida digna e honesta, para si mesmo e para os outros.
Bem aventurados aqueles que sabem valorizar o que têm. Conhecem a própria riqueza espiritual, e a dos outros, afastando-se da ganância, do sofrimento e do crime.
(Desconheço o autor)

Mahatma Gandhi
já dizia

“Cada dia a natureza produz o suficiente para satisfazer nossa carência. Se cada um se satisfizesse apenas o que lhe fosse necessário, não haveria pobreza no mundo e ninguém morreria de fome.” 

2 comentários: