segunda-feira, 21 de setembro de 2015

Aprender a envelhecer

ENVELHECER É UMA PRÊMIO

A pessoa envelhece como viveu...
Aquelas que conseguiram levar uma vida gratificante, costumam aceitar as mudanças de idade com maior naturalidade.
Agora, aquelas que tem conflitos mal resolvidos, frustrações não superadas ou cultivou relações complicadas ao longo dos anos, terá mais dificuldade no momento de envelhecer.
Nesses casos, a falta de atividade se converte em uma espécie de detonador.
Mas é possível superar essas “pendências” por meio do trabalho e dos compromissos diários. Embora, não seja possível fazer grandes mudanças na rotina.
ócio, então, coloca em primeiro plano as insatisfações e as frustrações.
A situação também se torna especialmente difícil para as pessoas que foram muito ativas e valorizaram demais seu trabalho, isolando-se de familiares e de amigos, fechando-se em um pequeno círculo.
Para esses, envelhecer é como morrer em vida. Principalmente se não cultivaram nenhuma atividade como lazer.
Aqueles ao seu redor veem a difícil situação dessas pessoas e experimentam sentimentos contraditórios.
Sentem um pouco de culpa ao presenciar a triste condição e, ao mesmo tempo, sentem frustração por não poder ajudá-los de uma forma mais efetiva.
Veem a vida como uma fatalidade inexorável, como uma decadência progressiva, imposta pela natureza.

Envelhecer é normal.
Sentir-se útil e capaz é o grande segredo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário