domingo, 17 de janeiro de 2016

Você sabe o que é o Amor?


Amar
Quem põe barreiras e preconceitos no amor, não sabe o que é amar. Foi-nos agraciado o direito de amar, mas não de impor as regras do amor. Para o amor não existe idade nem status. Não existe cor de pele nem raças.
Amar é seguir a mesma estrada e ajudar um ao outro a carregar fardos pesados. É dividir alegrias e tristezas. Sorrir e chorar juntos. Nunca desistir ou deixar só.
Amar não é ser dono. Não é tentar mudar. É ser grande amigo e companheiro. É oferecer o ombro, é estar sempre presente nos momentos de sofrimento. É querer, sem cobranças e exigências. É renunciar se isto for necessário.
Quem machuca, fere e maltrata, e diz que ama, não sabe o que é amar. Amar é proteger. Não é andar na frente nem atrás, mas seguir lado a lado. É cuidar com carinho e não abandonar quando a infelicidade bate na porta.
Amar é dedicação, é puro querer, é esconder sua dor para o outro não sofrer. O amor pode mostrar seu valor e sua grandeza num simples gesto de carinho. Em um abraço na hora certa, em troca de olhares, num leve toque de mãos.
O verdadeiro amor é conquista, é um sentimento que precisa ser lapidado. Não é privilégio de egoístas. É uma graça divina doada a quem merecer. Quem vive fazendo promessas e pedindo perdão, não sabe o que é amar.
Amar não é desejar. Não é possuir. Não é escravizar e destruir sentimentos. Nunca confundir, sexo e paixão, com amor. É algo bem maior e mais profundo.
Onde se aloja o amor não existem mentiras e desavenças, traições e falsidades. Pois o amor é comunhão e harmonia, ajusta desacertos do coração e da razão. Devora todos os demônios, ilumina os caminhos, humaniza e dá sentido à vida.
O amor é grandioso. É o mais puro e mais nobre dos sentimentos.  É felicidade. Não existe nada mais sublime nem mais gratificante que saber o que é amar.

Concita Weber
Escritora brasileira residente em Berlim

2 comentários: