segunda-feira, 21 de maio de 2018

Madre Teresa de Calcutá

Agnes Gonxha Bojaxhiu é o nome verdadeiro de Madre Teresa que nasceu no dia 27 de agosto de 1910 em Escópia, capital da Macedônia. Seus pais eram albaneses.
Em 1928, aos 18 anos, Madre Teresa entrou para a ordem religiosa Irmãs de Nossa Senhora de Loreto, na Irlanda. Seu nome é uma homenagem à Santa Teresa de Lisieux, popularmente conhecida no Brasil como Santa Teresinha do Menino Jesus.
O nome Teresa foi adotado em 1931, quando a madre foi para a Índia, dando início à sua vida de missão humanitária.
Na Índia, Madre Teresa foi professora e onze anos após sua chegada, deixa o convento para fundar a congregação religiosa das Missionárias da Caridade. As primeiras a se juntarem à ela nesse trabalho foram suas antigas alunas.
A religiosa explica que tinha recebido o que ela denominou de um "chamado dentro do chamado". Ou seja: já tinha sido chamada à vida religiosa e agora, deveria redirecionar sua vocação para ajudar aos mais pobres.
Assim, foi morar nas favelas indianas e a partir da década de 50 trabalha na construção de locais de acolhimento, hospitais e escolas. Dedicou sua vida aos pobres, crianças e doentes.
Em virtude do trabalho humanitário desenvolvido, recebeu condecorações e títulos. Em 17 de outubro de 1979, foi congratulada com o Prêmio Nobel da Paz pela luta contra a pobreza.
Madre Teresa era amiga da Princesa Diana (1961-1997), que também ficou conhecida especialmente pelo seu trabalho humanitário.
Também o papa João Paulo II (1920-2005) visitou um dos seus abrigos e ficou cuidando dos doentes durante um dia. Em esta ocasião, Madre Teresa afirmou que aquele havia sido o "dia mais feliz de sua vida".
Atualmente, as Missionárias da Caridade estão presentes em mais de 133 países e somam 4500 membros em todo mundo.
Madre Teresa morreu em 5 de setembro de 1997, vítima de ataque cardíaco, em Calcutá. Tinha 87 anos e foi sepultada na Índia.
Sua beatificação aconteceu em decorrência do reconhecimento do seu primeiro milagre. Em 2002, Por intercessão de Madrid Teresa, a indiana Monica Besra teria sido curada de um tumor abdominal.
O segundo milagre, que promoveu a sua canonização, aconteceu no Brasil. Segundo a igreja acredita, em 2008, novamente devido ao auxílio de Madre Teresa, o brasileiro Marcílio Haddad Andrino, teria sido curado de tumores no cérebro.

Nenhum comentário:

Postar um comentário